Fortnite acabou? O jogo é agora um buraco negro mas não é o fim

O final da 10ª temporada deixou os jogadores surpreendidos. Tudo foi engolido por um buraco negro e muitos temeram pelo fim do jogo que já teve 250 milhões de utilizadores. Mas tudo não passará de um golpe publicitário e o novo capítulo deve estar aí a surgir.

Eram milhões em todo o mundo que, domingo à noite, estavam fixados no computador para o final da 10ª temporada do Fortnite, o jogo eletrónico de sobrevivência que se tornou um dos fenómenos culturais mais lucrativos. De repente, tudo desapareceu. A plataforma, os jogadores, as contas no Twitch e Youtube e até no Twitter. Ficou um buraco negro no ecrã e logo surgiu a dúvida: o Fortnite acabou?

Se é um pai já a comemorar o fim do "vício" do seu filho, é melhor ter calma. Tudo indica que isto seja apenas um intervalo. A Epic Games, companhia que desenvolveu e explora o jogo, encerrou o primeiro capítulo e em breve deve voltar como uma nova série do Fortnite, jogo que reuniu 250 milhões de jogadores desde o lançamento do modo "Battle Royale" em setembro de 2017, cinco anos depois do nascimento.

O jogo, no formato Battle Royale, resume-se a guerras com 100 jogadores, que lutam entre si, sozinhos ou em grupos de até quatro jogadores, pela sobrevivência em espaços que vão diminuindo de dimensão. O Fortnite é dividido em temporadas de três meses, cada uma com um evento climático que sugere algum tipo de luta na ilha onde se localiza o jogo.

Com uma popularidade e rentabilidade enormes - o jogo já teve um pico de 8.3 milhões de jogadores em simultâneo -, a Epic Games deverá em breve voltar com uma nova temporada. Mas, para os entusiastas, foi uma surpresa este final com os jogadores e tudo o que rodeia o jogo a ser sugado para um buraco negro após um meteoro atingir o espaço onde decorre.

Nos sites e fóruns da especialidade, já há quem, através dos códigos do jogo, tenha conseguido antecipar que na próxima quinta-feira Fortnite deverá estar de novo online, com novidades certamente. O efeito de redobrada atenção ao Fortnite já foi conseguido com este "apagar da luz", ao que tudo indica, momentâneo. No Youtube, o canal do jogo exibe apenas o buraco negro:

A Epic Games geralmente apresenta novos desenvolvimentos com o início de cada temporada. Já circulam na internet alguns materiais promocionais do novo capítulo, que envolverá a introdução de um novo mapa para jogar.

O Fortnite Battle Royale é o jogo com a maior utilização mundial em consolas, conforme registado no último relatório da SuperData, uma empresa de consultoria do grupo Nielsen. O jogo está disponível sob um modelo de negócios grátis (mas com compras integradas) nos dispositivos móveis PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, PC e iOS e Android.

Em julho, nas finais do Mundial de Fortnite, que decorreram no estádio Arthur Ashe Stadium, em Flushing Meadow, Nova Iorque, normalmente palco do US Open de ténis, havia 27 milhões de euros em prémios para distribuir. Os vencedores, a título individual e em pares, receberam 2,7 milhões de euros.

O que é o Fortnite?

O Fortnite é um videojogo em que cada jogador começa por escolher uma personagem. Esse avatar é lançado de paraquedas numa ilha e tem de procurar armas e outros equipamentos, com o objetivo de matar todos os outros jogadores ao mesmo tempo que tem de sobreviver aos ataques dos inimigos. A área de jogo vai-se alterando, ficando cada vez mais pequena à medida que os jogadores vão morrendo. Assim, é impossível evitar os confrontos. Os jogadores podem construir fortificações e alterar ou destruir tudo o que encontrarem.

O Fortnite possui dois modos de jogo: o Battle Royale (gratuito), onde 100 competidores entram num mapa e são obrigados a enfrentar-se intensamente, já que uma tempestade vai tomando conta da região; e o Save the World (ainda pago), onde o planeta está controlado por uma tempestade e várias criaturas zombies.

A maioria dos jogadores joga no modo Battle Royale, ou seja, lutando contra 99 outros jogadores. No final, só há um sobrevivente. Um jogo destes demora, em média, 20 minutos. Apesar de se poder jogar sozinho, os adolescentes preferem jogar em grupos, com amigos, que se podem organizar para lutar juntos ou formar equipas adversárias.

Apesar de Fortnite estar classificado para maiores de 12 anos, o jogo tornou-se popular entre miúdos bastante mais novos.

Exclusivos