Festival Fartura. Minas, Ceará e Pará para provar em Lisboa

Evento gastronómico realiza-se em Portugal pela terceira vez e dá destaque a três regiões brasileiras

Pirão, Capote, Broa de Fubá ou Caldo de Mel de Engenho com Cachaça. Estes são apenas alguns dos pratos e sabores do Brasil, pouco familiares aos portugueses, que poderá experimentar no fim-de-semana de 16 e 17 de novembro, no Espaço Espelho D'Água, em Lisboa, durante o Festival Fartura. Esta é já a terceira edição em Portugal deste evento gastronómico que aposta na identificação e divulgação de ingredientes tradicionais de todas as regiões do Brasil, muitas vezes desconhecidos no próprio país, indo ao encontro de pequenos produtores para documentar a sua atividade e colocar estes personagens em contacto direto com alguns dos mais conceituados chefs locais, em festivais abertos ao público em algumas das principais cidades brasileiras.

Este ano, são três os Estados em destaque no Fartura Lisboa: Minas Gerais, Pará e Ceará. Três chefs vão preparar ementas durante o fim-de-semana em almoços e jantares para os quais poderá fazer reserva através do email info@espacoespelhodeagua.com.

Dia 16, ao almoço, a cozinha está entregue a Flávio Trombino, chef do Xapuri, de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. À noite, entra em cena Paulo Anijar, em representação do estado do Pará, onde dirige em Belém o restaurante Santa Chicória. Já no domingo, ao almoço, é a vez de Mariana Araújo (atualmente a trabalhar no Porto no Club Life To Go) dar a conhecer a gastronomia do Ceará.

Além das refeições com os chefs, o Festival Fartura Lisboa vai ter uma mesa redonda, já esta quinta-feira, dia 14, a partir das 10.00, em que vai discutir os elos de ligação entre a gastronomia brasileira e portuguesa (a entrada é livre). Também no Espaço Espelho D´Água vai estar patente a exposição audiovisual "Fartura - Da Origem ao Prato", que, segundo a organização, "propõe uma viagem pela cultura brasileira, os seus ingredientes, personagens e receitas, dos sabores exóticos do Pará aos raros cogumelos do Paraná", bem como pelas viagens do Fartura por Portugal também à procura de ingredientes e histórias em locais como as Berlengas, Serpa ou Viseu.

O empresário Rodrigo Ferraz é o mentor deste projeto, que nasceu em 2012 e já percorreu mais de 77 mil km em todos os estados brasileiros e em Portugal, visitando mais de 260 cidades visitadas e recolhendo depoimentos de mais de 600 pessoas, que vão desde o produtor artesanal ao chef com estrelas Michelin. AO DN, diz que aposta do Fartura em Portugal é para continuar: "As edições anteriores foram muito positivas, conquistamos espaços, conseguimos mostrar um pouco da riqueza da nossa culinária e aprender com os portugueses. Produzir eventos de gastronomia é um trabalho longo, exige dedicação. E pelo momento que o Brasil está enfrentando, fazer um evento internacional realmente não é fácil. Mas a partir do momento que conseguimos realizar três edições em Portugal - além dos outros sete festivais que promovemos anualmente no Brasil - estamos a mostrar ao mercado que viemos para ficar. Espero que em 2020 tenhamos mais apoio, patrocínio e parceiros para colocar o projeto Fartura em definitivo em Portugal".

Um dos objetivos é continuar a contar histórias como a do "seu Bené". "Ele é hoje conhecido como o 'Mestre da Farinha' no estado do Pará. Não concluiu os estudos, mas tem a inteligência e educação de um doutor. Ele é especializado na produção de farinha de mandioca e dá aulas e cursos, é tratado como professor. A história dele é tão surpreendente que a curta metragem que resultou dessa expedição ganhou dois prémios no Festival ART&TUR, em Portugal, em outubro. Esse é um dos vídeos que iremos mostrar agora na exposição no Espelho D'Água", conclui Rodrigo Ferraz.

FARTURA-LISBOA
14 a 17/11 - Mostra audiovisual "Fartura - Da Origem ao Prato" (Horário: das 11h às 24h - Entrada livre)

14/11 - Mesa de conversa, com Luiza Fecarotta (curadora do Projeto Fartura), Teresa Vivas (activista à MESA Cultura Gastronómica) e os chefs João Lima, Flávio Trombino e Marina Araújo - das 10h às 11h (entrada livre, sujeito à lotação do espaço)

16/11, às 13h - Almoço com o chef Flávio Trombino

16/11 às 20h - Jantar com o chef Paulo Anijar

17/11, às 13h - Almoço com a chef Marina Araújo

Reservas: +213 010 510; info@espacoespelhodeagua.com

Local: Espaço Espelho D´Água - Av. Brasília S/N, 1400-038 Lisboa, Portugal.

Exclusivos