EM DIRETO. Agricultura sustentável em debate nas Amoreiras

A sustentabilidade é algo que todos os empresários almejam alcançar nos seus negócios, e a agricultura não fica atrás. Por isso, é necessário reconhecer quem consegue gerir os negócios de forma sustentável.

Com o intuito de distinguir os empresários agrícolas que façam crescer as suas empresas pelo seu talento, os Prémios Notáveis Agro Santander 2020, organizados pelo Diário de Notícias, Jornal de Notícias, TSF e Santander, visam reconhecer o mérito dos candidatos em cinco categorias: Inovação Tecnológica, Empreendedorismo, Sustentabilidade, Exportações e Jovens Agricultores. Nomeados por um júri para cada categoria, serão, no total, cem os nomeados para as cinco categorias, ou seja, vinte nomeados para cada uma.

Nesta quinta-feira, 28 de novembro, realiza-se a 3ª Conversa Solta com o tema SUSTENTABILIDADE, no Work Café Santander nas Amoreiras e contará com o seguinte painel de oradores:
- António Paula Soares, Presidente da Associação Nacional de Proprietários Rurais, Gestão Cinegética e Biodiversidade
- Joaquim Pedro Torres, Diretor geral da Valinveste e Organização da Agroglobal
- José Núncio, Presidente da FENAREG - Federação Nacional de Regantes de Portugal
- Luís Seabra, Consultor Agro Santander

O debate será moderado pelo jornalista Nicolau Santos e transmitido em direto aqui a partir das 9.30

A sustentabilidade é algo que todos os empresários almejam alcançar nos seus negócios, e a agricultura não fica atrás. Por isso, é necessário reconhecer quem consegue gerir os negócios de forma sustentável.

A agricultura tem de acompanhar todos os desenvolvimentos da sociedade, mas deve atentar ao seu impacto ambiental, visto que, ao ser sua dependente, sofrerá com as consequências. Por esta razão, é fundamental premiar quem é sustentável e preocupa-se com o impacto que tem no meio ambiente.

Como forma a premiar no campo da sustentabilidade, a Categoria Agro Santander Sustentabilidade distingue os empresários com capacidade para gerar negócios sustentáveis a longo prazo, assim como negócios capazes de provar que contribuem para a sustentabilidade ambiental e desenvolvimento do setor. São também consideradas as iniciativas de âmbito ecológico, que contribuam para a diminuição da pegada Hídrica e para o balanço de Carbono ZERO, para além das PME, pessoa singular ou coletiva, podendo ser clientes ou não clientes do Santander.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG