Adeus, sol. Chuva está de regresso

Depois de uma semana marcada pelo frio e sol, a chuva volta já este sábado, começando no Minho e Douro Litoral e estendendo-se ao restante território no domingo, com menos prevalência no sul do país. Só o Baixo Alentejo e Algarve escapam.

Este fim de semana prepare-se para voltar a sair de casa com o chapéu-de-chuva. Depois de uma semana de tempo seco e frio, em que o sol predominou, a chuva está de regresso a partir de sábado e estendendo-se ao restante território no domingo, sendo que na região sul do país poderá não ocorrer precipitação.

A partir do meio da tarde deste sábado, está prevista a ocorrência de chuva, a começar no Minho e Douro Litoral, que "depois vai estendendo-se gradualmente ao restante território" até domingo, onde deverá abranger todo o território continental.

O sul do país terá, no entanto, chuva fraca, sendo que no Baixo Alentejo e Algarve poderá mesmo não ocorrer precipitação, refere ao DN Ângela Lourenço, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). "Em principio, a superfície frontal fria irá atravessar todo o território", acrescenta.

A pouca chuva ou a ausência dela está prevista para o Algarve que, em novembro, mantinha-se em situação de seca extrema, quando o foi registado um desagravamento da seca meteorológica em todo o território continental, com maior destaque para grande parte da região do Norte e Centro.

E se a chuva está de regresso, a temperatura volta a registar uma ligeira subida no fim de semana. As máximas vão andar "muito perto dos 17 graus", mas podem chegar aos "19º em algumas zonas, principalmente no litoral, como por exemplo na região de Lisboa", especifica.

De acordo com as previsões no site do IPMA, no sábado a capital deverá registar uma máxima de 17º graus, Faro tem uma previsão de 20º - que se mantém para domingo -, e Porto chegará aos 14º.

Já as temperaturas mínimas para este fim de semana "vão oscilar entre os 9º e os 12º graus, sendo que nas regiões do Interior, em particular do Norte e Centro, poderão variar entre os 2º e 7º graus", refere a meteorologista.

Na segunda-feira não é esperada precipitação, "vamos ter apenas algumas nuvens", e o frio volta a fazer-se sentir mais. "É uma ligeira descida da temperatura", que está relacionada com "o ar frio após a passagem da superfície frontal que vai atravessar o território, essencialmente no domingo".

Não se prevê valores negativos, mas as temperaturas podem chegar aos zero graus na região da Torre, na Serra da Estrela.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG