Poesia

Alice Neto de Sousa

Um poema sobre lápis cor de pele catapultou poeta para o sucesso

Um poema sobre uma criança que na escola descobre que o "lápis cor de pele" não é da cor da sua pele correu redes sociais de aquém e além-mar, moveu e comoveu e fez dela, Alice Neto de Sousa, estrela instantânea, inundada de pedidos de entrevista, de palestras em escolas, até reconhecida na rua. "Agora vou desaparecer por uns tempos", promete. Aproveitemos então.

DN+

Poesia. O lado B de Nicolau Santos

Silêncio que se vai ouvir dizer poesia! Podiam começar assim os vídeos no Instagram de Nicolau Santos. O atual presidente do conselho de administração da RTP usa as suas redes sociais para dizer poesia. É esse o seu lado B: a poesia - lida, escrita ou, como no caso, dita. Conta ao DN que há várias fases da poesia na sua vida. A primeira começou ainda em Angola, onde nasceu em julho de 1959, no Colégio Augusto Gil era um dos alunos que no primeiro ciclo aprendia a ler poesia. "Ainda hoje sei de cor A Balada da Neve, de Augusto Gil". Desde então a poesia nunca mais largou Nicolau Santos. E o contrário também aconteceu.