Felipe VI

Entrevista a Pilar Eyre

"Esta forma de Felipe VI repudiar o pai nunca a tinha visto numa monarquia"

Há uma semana, em plena crise do coronavírus, o rei Felipe VI emitiu um comunicado: renuncia a qualquer futura herança a que tenha direito do pai, o rei emérito Juan Carlos. Isto depois de serem reveladas supostas irregularidades financeiras envolvendo o ex-monarca. A jornalista Pilar Eyre, autora de várias publicações sobre a família real, explica ao DN a importância desta decisão, as consequências e fala do futuro de Juan Carlos e da monarquia.

Opinião da direção

O rei de Espanha não é uma rainha de Inglaterra

Por Isabel II reinar mas não governar, há quem se tenha habituado a chamar de rainha de Inglaterra aos políticos que só servem para fazer figura. Felipe VI provou há dias que não se encaixa na definição, ao ir à televisão criticar as autoridades catalãs pelo referendo separatista de 1 de outubro e assumir-se como garante máximo da unidade de Espanha. Não faltou quem visse logo no ato uma repetição da mensagem na TVE a 23 de fevereiro de 1981 de Juan Carlos, a desautorizar o golpe do coronel Tejero e a dar ordem aos militares espanhóis para regressarem aos quartéis.