conflitos

Arbitragem

"Maior valência é a eficácia e pedagogia"

O Centro de Arbitragem de Conflitos do Consumo nasceu há 28 anos como uma entidade vocacionada para a resolução alternativa de problemas. Em quase três décadas, aumentaram substancialmente as empresas aderentes e surgiram novas reclamações, como as relacionadas com as comunicações. A jurista Isabel Cabeçadas, que o dirige desde o início, defende que o futuro passa por um cidadão bem informado.