Artes

Artes

Uma loja que é também estúdio e laboratório de ideias

São mais de 30 as marcas expostas no número 123 da Rua Adolfo Casais Monteiro, no Porto. A antiga Padaria Independente, localizada num dos mais artísticos bairros da cidade, deu lugar, em 2016, à Banema Studio, um espaço dedicado à inovação e à criatividade. Os 300 metros quadrados acolhem dois pisos e dois ambientes distintos: a Banema Studio e o Banema Lab. «O primeiro é um espaço para estar e descobrir objetos especiais, no segundo, para além da vertente comercial, a formação, seminários e conferências serão um veículo para informar arquitetos, decoradores de interiores, estudantes e outros clientes profissionais e [...]

estilo

Empresa portuguesa de «home design» quer ser a mais sustentável do planeta

Chama-se Boa Safra e é uma editora de design sustentável para a casa. A empresa que nasceu no norte do país, disponibiliza peças de designers portugueses, fabricadas localmente. A simplicidade estética, o design intemporal, a utilização de materiais e acabamentos naturais definem os produtos editados pela Boa Safra. «O design deve cuidar da relação entre a economia, as pessoas e o planeta, garantindo que as necessidades da geração presente não comprometem as necessidades das gerações futuras.». A frase é de Rui Rocha, diretor geral da Boa Safra. A empresa já vai na quarta geração de marceneiros a trabalhar madeira maciça [...]

Artes

Conhecer a casa onde Le Corbusier morou

A penthouse onde o arquiteto e a sua mulher, Yvonne, viveram durante três décadas em Paris, está aberto ao público. Foi remodelado e está tal qual Le Corbusier o habitou em 1965. É uma das 17 obras do arquiteto classificadas como património mundial pela UNESCO. Texto por Marina Almeida Fica no número 24 da Rue Nungesser-et-Coli, 16º bairro, em Paris. No sétimo e oitavo andar do edifício Molitor viveram Le Corbusier, a mulher Yvonne e o cão Pinceau entre 1934 e 1965. O apartamento-atelier foi totalmente restaurado, ao longo de dois anos, e abriu as portas aos visitantes, pela mão [...]

Artes

De objetos diários a obras de arte exclusivas

Já imaginou pendurar a roupa com uma mola de prata que custe 620 euros? Os artesãos da Tiffany & Co. transformaram vários objetos utilitários em obras de arte. Como a mola ou um iô-iô. Um iô-iô, um despertador, umas raquetes de ténis de mesa, uma harmónica ou peças de lego. Estas são algumas das peças que a marca de joalharia americana trabalhou para que se transformassem num objeto de luxo e de coleção. A coleção «Everyday Objects» celebra peças cuja beleza as devia impedir de ficar arrumadas na gaveta. «Cuidadosamente trabalhada por artesãos Tiffany em prata esterlina, esmalte e madeira, [...]