Armas

Tancos

Ex-responsáveis da PJ Militar voltam a ser interrogados pelo MP

Ex-diretor da PJM coronel Luís Vieira, que está em prisão preventiva, vai ser ouvido uma segunda vez no dia 23. Antes, no dia 16, será ouvido o ex-porta-voz da PJM, o major Vasco Brazão. O coronel tem uma versão diferente da do major e desmente que tenha sido entregue ao ministro um memorando a relatar o alegado encobrimento na recuperação das armas roubadas de Tancos.