Alterações Climáticas

António Araújo

Krakatoa

Não sei como estará agora, tal era a degradação há anos. Talvez até já tenha sido destruída, para dar lugar a um condomínio de luxo com piscinas e vistas de mar, assim se perdendo para sempre a memória de um lugar único, a estação da Companhia do Cabo Submarino, em Carcavelos, que nos ligou aos confins do mundo, e vice-versa. Em 1870, no reinado de D. Luís, foi assinado com a companhia inglesa Falmouth Gibraltar and Malta Company o primeiro contrato de concessão de exploração de um cabo submarino entre Londres e Malta, com amarração em Portugal, e, dois anos depois, seria adquirida a Quinta Nova, de Santo António ou da Lobita, em Carcavelos, doravante chamada dos Ingleses, por aí se ter instalado uma importante colónia britânica para tratar do cantante cabo. Terá sido aí, ao que parece, que em Portugal se jogou pela primeira vez o futebol, o râguebi, o ténis, o golfe, o voleibol, razão acrescida para que aquele local merecesse melhor atenção por parte da edilidade cascalense, sua proprietária.

Leonídio Paulo Ferreira

Climas de guerra

Numa recente reportagem com Helena Freitas, catedrática de Biodiversidade e Ecologia na Universidade de Coimbra, a atual diretora do Parque de Serralves, comentando o impacto das sanções a Moscovo por causa da guerra na Ucrânia, nomeadamente na substituição do gás russo por outros combustíveis fósseis mais poluentes, afirmava que "sobretudo o uso do carvão, é um risco e tudo dependerá do que vai acontecer nos próximos meses neste embate. As renováveis não conseguem, de momento, dar resposta. Mas podemos conseguir uma maior parcimónia na forma como usamos os recursos e ter investimento tecnológico maior. Há condições para isso, mas não é fácil, é preciso sintonia. De qualquer forma, penso que no final deste ano as emissões de carbono deverão ter aumentado. Só espero que esse retrocesso seja temporário".

Margarida Marques

Um fundo para os mais vulneráveis

Apoiar os mais vulneráveis na transição climática. Não deixar ninguém para trás. Estas são as grandes ambições do Fundo Social para o Clima, aprovado esta semana no plenário do Parlamento Europeu (PE). Mais um passo para colocar em prática uma das treze medidas do ambicioso pacote climático Fit for 55, uma espécie de roteiro para a descarbonização para que a UE cumpra a meta de redução de 55% das emissões de gases com efeito estufa até 2030.

Kristie L. Ebi

Sobreviver a um futuro de calor extremo

Embora quase todas as mortes relacionadas com o calor sejam evitáveis, as ondas de calor matam milhares de pessoas em todo o mundo todos os anos. Neste exato momento, uma onda de calor extrema na Índia e no Paquistão, afetando cerca de mil milhões de pessoas, está a "testar os limites da sobrevivência humana", alerta Chandni Singh, principal autor do Sexto Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas. Em abril, a temperatura máxima média no noroeste e centro da Índia foi a mais alta em 122 anos.

Entrevista a Rodrigo Proença de Oliveira

"Em Portugal, o rio Tejo marca a fronteira entre o norte húmido e o sul seco"

Disponibilidades de água presentes e futuras em Portugal Continental é a primeira conferência do ciclo Diversidade Biológica, Desertificação e Sustentabilidade organizado pelo Instituto de Altos Estudos da Academia das Ciências de Lisboa. A palestra de Rodrigo Proença de Oliveira, professor no Instituto Superior Técnico, pode ser vista hoje às 18 horas por Zoom.