Vizela. GNR deteve responsável de espaço onde se realizavam festas ilegais com 200 convidados

Durante a busca, os militares da GNR apreenderam 12 647 euros em numerário, quatro telemóveis, uma espingarda de calibre 12, 30 munições de calibre 12, 40 munições de calibre 7,65 milímetros, 11 aparelhos de áudio e 400 garrafas de bebidas alcoólicas.

Um homem foi detido no domingo por desobediência às regras estabelecidas para o combate à ​​​​​​​covid-19 após busca domiciliária a um espaço privado utilizado para atividade lúdica noturna no concelho de Vizela, anunciou esta segunda-feira a GNR.

A GNR adianta em comunicado que o Comando Territorial de Braga, através do Núcleo de Investigação Criminal de Guimarães, deu cumprimento no domingo a um mandado de busca domiciliária a um espaço privado utilizado para a prática continuada de atividade lúdica noturna no concelho de Vizela.

"No seguimento de várias denúncias, foi possível apurar-se a prática continuada de atividade lúdica noturna num espaço privado durante os últimos fins de semana, que levava à concentração reiterada de cerca de 200 indivíduos no referido espaço, e cuja atividade o seu responsável já havia sido notificado para cessar", refere a GNR.

Na sequência da busca domiciliária, um homem de 47 anos, responsável pelo estabelecimento, foi detido.

Durante a busca, os militares da GNR apreenderam 12.647 euros em numerário, quatro telemóveis, uma espingarda de calibre 12, 30 munições de calibre 12, 40 munições de calibre 7,65 milímetros, 11 aparelhos de áudio e 400 garrafas de bebidas alcoólicas.

O detido será presente esta segunda-feira ao Tribunal Judicial de Guimarães, para aplicação das medidas de coação.

Pandemia é responsável por 3,9 milhões de mortes

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 3 974 841 mortos em todo o mundo, resultantes de mais de 183,4 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente feito pela agência de notícias AFP.

Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17 112 pessoas e foram registados 889 088 casos de infeção, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, a Índia ou a África do Sul.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG