Exclusivo "Os recém-nascidos devem ir ao psicólogo na primeira semana de vida"

Clementina Almeida, fundadora do ForBabiesBrain, primeiro spa clínico para bebés da Europa, diz que "no pré-escolar, a criança já pode trazer um gap com repercussão direta no seu sucesso escolar pelo menos até aos 10 anos."

Se pensar num spa exclusivo para bebés pode parecer estranho, levar um recém-nascido ao psicólogo é ideia de arregalar os olhos. Mas Clementina Almeida garante que todos os pais deviam fazer isso pelos seus filhos. Não é questão de partilharem os seus problemas e relaxarem de stresses diários, nem sequer é ideia que se dirija apenas a crianças com necessidades especiais - ainda que, nesses casos desafiantes, esse passo possa ser determinante para atingir a maior capacidade e desenvolvimento possível. Justifica-se em qualquer caso, com qualquer recém-nascido, e a razão é simplesmente justificada pela psicóloga do Porto: o nascimento é um momento de stress para o bebé, o ambiente em que se sente depois de nascer é radicalmente diferente daquele que foi a sua casa desde sempre, o que veem e ouvem e tocam, tudo lhes é estranho. É por isso que defende que "um bebé deve ir ao psicólogo logo que nasce, na primeira semana".

Da formação específica que recebeu, a fundadora do ForBabiesBrain conseguiu moldar caminhos para explorar melhor o desenvolvimento dos pequenos e ajudá-los a sentir-se melhor fora da barriga da mãe. E garante que uma criança que entra no pré-escolar depois de ter esse acompanhamento terá vantagens visíveis sobre as demais, durante muito tempo. Lá iremos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG