Mais de 12 milhões em bolsas europeias para oito investigadores de Portugal

O investimento na ciência "terá o seu retorno no reforço do crescimento da UE e na inovação",disse o comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação

O Conselho Europeu de Investigação (CEI) atribuiu esta quarta-feira bolsas no valor total de 605 milhões de euros a 406 investigadores em início de carreira em toda a Europa, oito dos quais são portugueses ou trabalham em Portugal.

Os beneficiários em Portugal vão trabalhar sobre temas que vão da investigação sobre mecanismos gerados pelo corpo humano, à inovação agrícola ou à concorrência e regulação de mercados de plataforma.

No total, estas bolsas representam um financiamento no valor de 605 milhões de euros, sendo que, em Portugal, a verba ascende a mais de 12 milhões de euros.

O comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, salientou que "o CEI atraiu investigadores de 48 nacionalidades em 23 países europeus", adiantando que o investimento na ciência "terá o seu retorno no reforço do crescimento da UE e na inovação".

Os financiamentos do CEI são atribuídos a investigadores de qualquer nacionalidade, estabelecidos ou dispostos a instalar-se na Europa.

Este ano foram recebidas 3.085 propostas, das quais cerca de 13% foram financiadas, 45 beneficiários são cidadãos de países não europeus, baseados em toda a Europa e cerca de 40% dos bolseiros são mulheres.

Em Portugal, as bolsas foram atribuídas a André Martins (Instituto de Telecomunicações, Lisboa), Eugénia Chiappe (Fundação Champalimaud, Lisboa), Pedro Leão (Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental, Porto), Catarina Homem (Faculdade de Ciência Médicas da Universidade Nova de Lisboa) e Dulce Freire (Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa). Anton Kmmelinskii (Universidade Técnica de Dresden, Alemanha), Sílvia Portugal (Hospital Universitário de Heidelberg, Alemanha) e Renato Gomes (Faculdade de Ciências Económicas de Toulouse, França) também receberam bolsas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG