Impressionante impacto em Júpiter filmado por astrónomos amadores

"O mais provável é que seja um asteroide", disse Paul Chodas, da NASA. Veja os vídeos que, por acaso, capturaram este raro impacto

Não é todos os dias que o maior planeta do Sistema Solar é atingido por um impacto grande o suficiente para geral um clarão, e mais raro ainda é que, desta vez, astrónomos amadores filmaram o momento. No dia 17 de março, Júpiter foi atingido por um asteroide ou cometa, e o irlandês John McKeon estava a filmar.

McKeon partilhou o vídeo do impacto no YouTube, e explicou que filmava Júpiter para criar um pequeno vídeo do planeta gigante com as luas a girar ao seu redor. "Foi uma coincidência feliz ter gravado o impacto na penúltima filmagem da noite", escreve McKeon.

Se a imagem do gigante gasoso com as suas luas já é impressionante, o clarão do impacto de um objeto que será provavelmente um asteroide, mas pode também ser um cometa, torna o vídeo raro. O impacto é visível como um pequeno clarão do lado direito da imagem do planeta, aos nove segundos do vídeo.

Ao site especializado Space.com, o diretor do centro da NASA para o estudo dos objetos próximos da Terra, Paul Chodas, disse que o impacto poderia ser um cometa ou um asteroide, mas era mais provável que fosse um asteroide, "porque existem mais".

Pelo menos um outro astrónomo amador tinha a lente fixa em Júpiter no dia 17 de março e filmou o mesmo impacto. Era Gerrit Kernbauer, austríaco, cujo vídeo foi divulgado pelo colunista Phil Plait, da Slate. Kernbauer só examinou o seu vídeo dez dias depois de o ter gravado porque lhe parecia que as imagens não tinham qualidade, mas depois encontrou o pequeno clarão do impacto.

"Encontrei este pequeno ponto de luz que aparece por menos de um segundo na borda do disco planetário", escreveu Kernbauer. "A minha única explicação para isto é que seja um asteroide ou cometa que entrou na alta atmosfera de Júpiter e se incinerou rapidamente".

Exclusivos