Identificado suspeito de vandalizar chafariz do século XIX em Aveiro

Chafariz é feito em calcário, construção data de 1876. Não se sabe o valor dos danos causados ao fontanário.

A PSP identificou esta quarta-feira um jovem, de 20 anos, por suspeita de ter provocado danos no fontanário do largo da Praça do Peixe, no bairro típico da beira-mar, na cidade de Aveiro.

A extremidade do fontanário, do século XIX, desabou cerca das 4.00 horas de terça-feira, quando o jovem subiu à parte mais alta da fonte, tendo acabado por cair para o solo.

O incidente foi gravado e a imagem colocada a circular nas redes sociais, considerado ato de vandalismo o que gerou manifestações de indignação pela destruição do património.

Devido à queda, o jovem foi transportado para o Hospital de Aveiro, após chamada telefónica efetuada por outra pessoa a solicitar uma ambulância no local, tendo ficado internado.

A PSP refere em comunicado que "não foi solicitada a comparecer no local, no dia e hora da ocorrência".

"Mal foi informada, via mensagem de Facebook, sobre o sucedido, efetuou diligências imediatas, no sentido de identificar o autor dos danos e de obter toda a informação respeitante aos factos, dando conhecimento da ocorrência à autoridade judiciária", esclarece.

Até ao momento, desconhece-se o valor dos danos causados ao chafariz, feito em calcário, da autoria de João Honorato da Fonseca Regala e mandado construir pela Câmara Municipal, em 1876.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG