Homem acusado de abusar sexualmente da neta

Os abusos ocorriam na casa dos pais da criança

O Ministério Público (MP) acusou um homem que abusou sexualmente da neta, tendo os crimes ocorrido em 2013 na casa dos pais da menor, onde o agora arguido também residia, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo a PGDL, durante a investigação ficou indiciado que, durante 2013, o arguido, avô da menor ofendida, atualmente com 12 anos, sujeitou por três vezes a menor a praticar consigo atos de índole sexual.

O arguido foi, por isso, acusado do crime de abuso sexual de crianças agravado.

A acusação indica que os factos ocorreram na casa dos pais da menor, onde o arguido também residia, numa das ocasiões quando a menor se encontrava sozinha com o arguido, e nas outras de noite enquanto os pais estavam a dormir, aproveitando o arguido a vulnerabilidade da vítima e a confiança que nele era depositada.

O inquérito foi dirigido pela 2ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, sendo a investigação executada pela Polícia Judiciária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG