GNR recupera 120 mil euros de artigos furtados em armazéns de Braga e Porto

No âmbito desta operação, foram ainda constituídos arguidos oito homens, com idades entre os 22 e os 45 anos.

A GNR recuperou artigos furtados em armazéns de distribuição alimentar e têxtil dos distritos de Braga e Porto, no valor estimado de 120 mil euros, anunciou esta quarta-feira uma fonte policial.

No âmbito desta operação, foram ainda constituídos arguidos oito homens, com idades entre os 22 e os 45 anos.

Em comunicado, o Comando Territorial do Porto da GNR indica que os artigos foram encontrados na terça-feira no decorrer de 24 buscas em habitações e armazéns do Porto, Arcozelo (Vila Nova de Gaia), Alfena (Valongo) e Paços de Ferreira, que culminaram uma investigação desenvolvida ao longo de quatro meses.

Trezentas caixas com bebidas alcoólicas, 800 artigos têxteis (cortinados e atoalhados), 20 eletrodomésticos (fornos e fogões), 2.500 peças de vestuário e 112 pares de sapatos, três televisores e até uma pequena moto integram a lista das apreensões.

Além destes artigos, a restituir aos proprietários, a GNR apreendeu duas viaturas que seriam utilizadas para transportar o que era furtado, bem como uma arma elétrica.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Penafiel.

A operação de terça-feira contou com o apoio de forças especiais da GNR (Destacamento de Intervenção) e da PSP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG