Embaixada da Rússia em Portugal denuncia "ataque" a sacerdote em Lisboa. PSP desconhece

Numa mensagem divulgada na página de Facebook, a embaixada da Rússia em Portugal denunciou que Sergiy Borsky, da Paróquia de Todos os Santos do Patriarcado de Moscovo da Igreja Ortodoxa Russa, "tem recebido várias ameaças à sua vida e integridade física".

A embaixada da Rússia em Portugal afirmou, esta quarta-feira, através da sua conta de Facebook, que "recebeu informações sobre um "ataque criminoso" ao sacerdote Sergiy Borsky da Paróquia de Todos os Santos do Patriarcado de Moscovo da Igreja Ortodoxa Russa, situada em Lisboa. Contactada pelo DN, a PSP de Cascais afirmou não ter informação sobre o caso. Também o Comando Metropolitano da PSP de Lisboa afirmou não ter conhecimento da situação.

"É muito alarmante que nos últimos meses, numa onda de russofobia que varreu os países ocidentais, Sergiy tem recebido várias ameaças à sua vida e à sua integridade física", denuncia a representação diplomática da Rússia em Portugal na rede social.

"Estamos indignados com este ato de violência. A situação, sem dúvida, merece investigação imparcial e instauração de procedimento penal contra os responsáveis", pode ler-se.

A embaixada da Rússia diz estar convicta "de que os órgãos de aplicação da lei portugueses, que já foram informados do caso", vão trabalhar no caso "em conformidade com as normas da legislação nacional e os princípios do Estado de direito".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG