Cidadão português procurado desde 2012 detido no Peru

Foi detido para cumprir uma pena de nove anos de prisão pela prática de diversos crimes de furto qualificado.

A Polícia Judiciária anunciou em comunicado esta quarta-feira que, através da Unidade de Informação Criminal e do Gabinete Nacional da Interpol, participou na detenção de um cidadão português de 33 anos que era procurado pelas autoridades portuguesas desde 2012.

Este cidadão foi detido para cumprimento da pena de nove anos de prisão pela prática de diversos crimes de furto qualificado.

"A detenção ocorreu no âmbito do projeto "INTERPOL apoia EL PAcCTO" , uma iniciativa do acordo EL PAcCTO, coordenada pela OIPC - Interpol e financiada pela União Europeia, que se realizou entre 20 de novembro de 2021 e 5 de março de 2022 e contou com a participação de autoridades policiais da Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador, Panamá, Peru, Espanha, França, Itália e Portugal", diz o comunicado da Polícia Judiciária.

O projeto realizou-se em duas fases. Uma primeira dedicada à análise transnacional de informação relativa ao conjunto de objetivos definidos como prioritários em razão da violência e gravidade dos crimes cometidos. A segunda fase foi dedicada à localização e captura dos procurados.

O EL PAcTO foi lançado pela primeira vez em 2018 e é um programa de cooperação financiado pela União Europeia que procura reforçar as capacidades e facilitar a cooperação internacional. Desde o seu lançamento, este programa permitiu localizar e deter 121 pessoas em três continentes, tal como a identificação de 28 locais de interesse investigatório.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG