Censos 2021: 90% das respostas foram submetidas pela Internet

Prazo para responder ao Censos 2021 terminou esta segunda-feira. Quase 90% das respostas foram submetidas pela Internet, avançou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O prazo para responder ao Censos 2021, que tinha sido prolongado no início do mês, terminou hoje, com quase 90% das respostas submetidas pela Internet, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em comunicado, o INE refere que desde 05 de abril foram distribuídos mais de 4,5 milhões de cartas com os códigos para preencher os Censos, sendo que quase todas as respostas foram digitais, sobretudo através da internet (87,6%).

Além da página de internet, este ano também foi possível responder através de uma aplicação móvel, opção utilizada por 7,6% das pessoas e nos balcões digitais ('eBalcão') das Juntas de Freguesia (4,1%).

"As respostas em papel no Censos 2021 foram residuais, 0,4% do total (50% nos Censos de 2011)", acrescenta o comunicado, referindo também que 0,3% das respostas foram registadas através da linha de apoio, que atendeu a mais de 200 mil chamadas.

"A resposta expressiva pela Internet permitiu que a operação decorresse com toda a qualidade, tranquilidade e segurança exigidas face ao contexto de saúde pública do país", sublinha o INE.

Sem precisar o número total de respostas contabilizadas, o INE refere na próxima fase as equipas de recolha vão contactar e notificar os alojamentos que não responderam dentro do prazo estabelecido.

"Só em último caso, quando de recusa absoluta em responder aos Censos 2021, o INE irá aplicar as coimas previstas na lei", acrescenta.

No contacto com os cidadãos, estiveram envolvidos cerca de 15.000 recenseadores contratados.

Os resultados preliminares dos Censos 2021 deverão ser conhecidos em agosto e só no último trimestre de 2022 serão apresentados os resultados definitivos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG