Carros arrastados e casas inundadas nos Açores

Foram registadas 87 ocorrências em quatro ilhas dos Açores.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informou esta sexta-feira que, na sequência da passagem de uma superfície frontal fria com ondulações que tem condicionado o estado do tempo no arquipélago, foram registadas 87 ocorrências em quatro ilhas dos Açores.

Em comunicado, o SRPCBA indicou que das 87 ocorrências, 76 foram registadas na ilha de São Miguel - a maior parte no concelho de Ponta Delgada -, nove na Terceira, uma em Santa Maria e uma na ilha da Pico.

As situações reportadas correspondem a quedas de árvores, quedas de estruturas, obstruções de vias, inundações de vias e inundações de habitações. Não foram registados danos pessoais.

Na freguesia das Feteiras, concelho de Ponta Delgada, em São Miguel, uma ribeira transbordou, tendo provocado o arrastamento de 15 viaturas e afetado 13 moradias, motivo pelo qual foi necessário realojar (em casa de familiares) 15 pessoas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) tinha alertado para a possibilidade de valores acumulados de precipitação entre 20 e 40 litros por metro quadrado numa hora nas ilhas dos grupos Central e Oriental dos Açores.

Num comunicado enviado às redações, assinado pela meteorologista Rita Mota, da delegação dos Açores do IPMA, alertava-se que a passagem de uma nova superfície frontal fria com ondulações iria condicuionar o estado do tempo no arquipélago e previa-se precipitação por vezes forte e um aumento da intensidade do vento, em especial nos grupos Central e Oriental".

"Entre a tarde de quinta-feira e a madrugada de sexta-feira (dia 31), esperam-se, no grupo Central, rajadas de sudoeste (SW) a rodar para oeste (W) que podem atingir os 95 quilómetros/hora e, no grupo oriental, rajadas de sul (S) a rodar para oeste (W) até 115 quilómetros/hora", lia-se na nota.

Em ambos os grupos, alertava o IPMA, "as quantidades acumuladas de precipitação poderão atingir valores entre 20 e 40 milímetros acumulados numa hora (ou 40 a 60 milímetros em seis horas)".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG