Casal português que estava em fuga detido enquanto jantava no McDonald's em Zamora

Segundo algumas testemunhas, o casal não ofereceu resistência às autoridades.

DN
Sidney Martins, suspeito de homicídio e assaltos | foto Guardia Civil espanhola
Nélida Guerreiro, suspeita de homicídio e assaltos | foto Guardia Civil espanhola
 | foto D.R.

Um casal português suspeito de um triplo homicídio e de uma onda de assaltos foi detido no sábado à noite enquanto jantava no McDonald's em Zamora, Espanha, no Centro Comercial Valderaduey.

Foram reconhecidos por uma pessoa, que alertou as forças de segurança. A polícia espanhola tinha pedido a colaboração de civis para capturar o casal.

Sidney Martins, de 42 anos, e Nélida Guerreiro, de 40, são suspeitos de uma onda de assaltos a bombas de gasolina em Portugal e Espanha. Também estão a ser investigados por alegado envolvimento num triplo homicídio em Bragança.

O casal tinha sido rotulado pelas autoridades como "muito perigoso".

De acordo com o Zamora News, o casal tinha intenção de passar Espanha e chegar a França.

Segundo algumas testemunhas, o casal não ofereceu resistência às autoridades.