13 de julho foi o mais quente de 2022 e o 5.º dia mais quente dos últimos 23 anos

No dia 13 de julho, Pinhão registou uma temperatura de 47 graus centígrados, um novo máximo para o mês de julho em Portugal.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) fez este sábado um balanço da situação meteorológica dos últimos dias e informou que a passada quarta-feira, dia 13 de julho, o pior dia no que respeita a atual vaga de incêndios, foi o mais quente do ano e o 5.º dia mais quente dos últimos 23 anos.

Recorde-se que Pinhão, freguesia do município de Alijó, registou nesse dia 47 graus centígrados, o que constitui o novo máximo para o mês de julho em Portugal.

O anterior valor extremo para julho (46,5°C) tinha sido registado em 23 de julho de 1995, na estação da Amareleja, a mesma que tem em termos absolutos, o valor mais elevado da temperatura máxima a 1 de agosto de 2003, com 47,3°C.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG