Parlamento Europeu quer ouvir Centeno sobre suspensão de fundos

Ministro das Finanças deverá ser ouvido ainda este mês

O Parlamento Europeu (PE) decidiu hoje continuar o 'diálogo estruturado' sobre a suspensão de fundos a Portugal e quer ouvir o ministro das Finanças, Mário Centeno, ainda este mês.

Esta decisão foi tomada, hoje, pela conferência dos presidentes do PE, depois de na segunda-feira, as comissões do Desenvolvimento Regional (RegiI) e dos Assuntos Económicos (Econ) terem recomendado a continuação do processo consultivo.

As comissões parlamentares diretamente envolvidas no 'diálogo estruturado' - cuja primeira etapa foi uma audição pública, na segunda-feira, com os comissários europeus Corina Cretu (Política Regional) e Jyrki Katainen (Crescimento, Emprego e Investimento) -- querem ouvir os ministros das Finanças de Portugal e Espanha até final do mês.

Os eurodeputados poderão ainda pedir informações adicionais à Comissão Europeia.

A suspensão dos fundos está integrada no Procedimento por Défice Excessivo, no âmbito do qual foram canceladas as multas a Portugal e Espanha, mantendo-se o processo de congelamento parcial de fundos estruturais e de investimento, incontornável por ser automático.

Bruxelas avalia, no dia 15, os planos orçamentais e os relatórios -- de Lisboa e Madrid -- sobre o cumprimento das recomendações feitas pelos ministros das Finanças dos 28, a 08 de agosto.

A conferência dos presidentes do PE é composta pelo presidente da instituição, Martin Schulz, e pelos líderes dos grupos políticos.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG