Caixão com ossada de centenas de anos descoberto em igreja na Baixa lisboeta

Um caixão com uma ossada de centenas de anos foi descoberto hoje na igreja de S. José dos Carpinteiros, na baixa lisboeta

De acordo com as informações do oficial de dia do comando da PSP na capital, os funcionários de uma empresa de construção civil que estão a intervir na igreja "estavam a proceder a obras quando uma parede, em madeira, quebrou e se descobriu o caixão".

As características do caixão permitiram supor que as ossadas "têm centenas de anos", como referiu o comissário Figueiredo.

O caixão, descoberto de manhã, foi removido pela PSP a meio da tarde, depois da devida autorização judicial.

O templo de S.José dos Carpinteiros, na rua de São José, foi elevado a igreja em 1567, tendo sido reedificado após o terramoto de 1755, obedecendo à arquitetura barroca e pombalina.

Foi nesta igreja que foi batizado o poeta Alexandre O'Neill

Ler mais

Exclusivos

Ricardo Paes Mamede

DN+ Queremos mesmo pagar às pessoas para se reproduzirem?

De acordo com os dados do Banco Mundial, Portugal apresentava em 2016 a sexta taxa de fertilidade mais baixa do mundo. As previsões do INE apontam para que a população do país se reduza em mais de 2,5 milhões de habitantes até 2080, caso as tendências recentes se mantenham. Segundo os dados da OCDE, entre os países com economias mais avançadas Portugal é dos que gastam menos com políticas de apoio à família. Face a estes dados, a conclusão parece óbvia: é preciso que o Estado dê mais incentivos financeiros aos portugueses em idade reprodutiva para que tenham mais filhos.