Militares partem quinta-feira para a República Centro Africana

Portugal vai assumir durante um ano o comando da missão militar de treino da UE em Bangui

Partem na madrugada de quinta-feira, da base aérea do Montijo, os militares do contingente português que vai chefiar a missão de treino da UE na República Centro Africana (RCA), soube esta terça-feira o DN junto de fontes militares.

Esta nova Força Nacional Destacada (FND) é comandada pelo brigadeiro-general Hermínio Maio e integra cerca de quatro dezenas de efetivos dos três ramos das Forças Armadas, os quais vão liderar uma estrutura multinacional da UE com 170 militares de 12 países a partir do Campo Moana, em Bangui (onde também se situa o Centrod e Formação de Kassai).

A partida dos mais de 20 militares que ainda estão em Portugal e de equipamento diverso está agendada para as 01:00 horas de dia 4. A duração desta missão de apoio à reforma do setor de Defesa da RCA é de um ano, podendo ser alargada até aos 14 meses, após o que o seu comando será assumido por outro país da UE.

Esta FND será composta por 40 militares dois do Estado-Maior General, quatro da Marinha, 27 do Exército e sete da Força Aérea e pode ser estendida até à meia centena de efetivos. Cabe-lhe a responsabilidade de planear e executar atividades de assessoria ao nível do Ministério da Defesa e do Estado-Maior das Forças Armadas da RCA, como de formação (oficiais e sargentos) e treino operacional e coletivo do braço militar daquele país africano.

O treino operacional do contingente comandado por Hermínio Maio iniciou-se a 2 de novembro de 2017, tendo a cerimónia de entrega do estandarte nacional decorrido a 22 de dezembro.

Note-se que na RCA está ainda uma outra FND, maioritariamente composta por militares comandos, que atua como força de reação rápida ao serviço das Nações Unidas (MINUSCA) e que, numa das recentes operações em que foi empregue contra grupos rebeldes, esteve mais de duas semanas a viver com rações de combate, disse uma das fontes como exemplo da dureza das operações naquele país africano.

Ler mais

Exclusivos