250 crimes praticados em Lisboa por dia

Relatório da comarca de Lisboa relativo ao ano passado revela 91.490 investigações criminais, menos 5,78% face ao ano anterior

Durante o ano de 2015 iniciaram-se 91.490 inquéritos, o que dá uma média de 250 crimes por dia investigados pelo Ministério Público na comarca de Lisboa.

Segundo o relatório anual da comarca de Lisboa, hoje divulgado na página oficial, neste âmbito da criminalidade económica e financeira - especificamente nos casos de burlas contra o Estado - a percentagem de condenações ronda os 70% do total de casos que vão a julgamento.

Segundo o mesmo documento foram investigados no ano passado 2.684 casos de violência doméstica, sendo 2298 contra mulheres e 386 contra homens. Ou seja: uma média de mais de um homem por dia agredido, verbal ou fisicamente, pela companheira ou companheira.

Porém, a taxa de acusação destes casos é de apenas 20% "Os dados disponíveis dizem-nos que, nos casos de violência doméstica, a percentagem de inquéritos em que o Ministério Público acusa e leva os arguidos a julgamento cai na média da percentagem dos casos levados a julgamento para a criminalidade em geral. A razão prende-se com o existirem ou não, na avaliação da prova que foi possível levar para o processo, indícios suficientes para acusar", explica o líder da comarca de Lisboa José António Branco (na foto).

No âmbito dos crimes de furto e roubo em caixas ATM registou-se apenas um caso no ano passado investigado pelo Ministério Público.

Já os crimes contra menores (que não de natureza sexual) foram investigados 185 casos. Tendo 125 sido relativos a meio familiar e 60 fora da família. Nos crimes sexuais contra menores foram averbados 307 investigações.

Casos de violência em comunidade escolar foram 106 os casos registados, sendo 35 relativos a violência contra professores e 71 contra alunos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG