Vagas de atendimento no SEF vendidas na Internet

Um elevado número de acessos ao sistema de agendamento e uma ocupação em tempo recorde, fazem SEF suspeitar de venda de vagas na Internet, recorrendo a anúncios nos classificados. Queixa seguiu para o Ministério Público.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) "apurou a existência de um anormal volume de acessos ao sistema de agendamentos SAPA (Sistema Automático de Pré Agendamento), designadamente nos dias 26 de abril e 8 de maio, após a libertação de 2000 vagas, assim como a ocupação das mesmas num curto espaço de tempo", revela esta polícia em comunicado.

Foi realizada uma análise aos agendamentos e concluiu-se existirem sistemas informáticos, denominados "bots", a proceder a agendamentos no SAPA."Bots", diminutivo de robot, é uma aplicação de software para simular ações humanas.

O SEF acrescenta que "existem igualmente fundadas suspeitas da captura de vagas por parte de particulares, com base em "encomendas" de pacotes de prestação de serviços que incluem o agendamento e preparação do pedido a apresentar ao SEF".

Refira-se que estes agendamentos destinam-se à obtenção de autorização de residência para imigrantes que vivam e trabalhem em Portugal.

Em maio deste ano, os serviços fizeram uma participação no Ministério Público "por indícios de prática de crime de auxílio à imigração ilegal e outros com ele conexos".

A investigação do SEF resulta de denúncias de que estariam a ser vendidas vagas de atendimento nos serviços através de sites de anúncios classificados online. Em maio deste ano, os serviços fizeram uma participação no Ministério Público "por indícios de prática de crime de auxílio à imigração ilegal e outros com ele conexos".

O SEF garante que foram "de imediato introduzidos mecanismos de controlo informático, designadamente a libertação condicionada de vagas e a ativação da funcionalidade reCAPTCHA na página de autenticação do portal SAPA".

Mas, até ao final do ano, estão suspensas os agendamentos e não existem datas para 2020.

Exclusivos