Avião da SATA com Carlos César a bordo foi forçado a regressar de emergência a Lisboa

Uma fuga hidráulica terá sido o motivo que levou a aeronave, que fazia o voo para Ponta Delgada, a ter de voltar para trás. Muitos passageiros passaram a noite no aeroporto.

Um avião A330 da SATA com destino a Ponta Delgada teve de regressar ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, para uma aterragem de emergência. Na origem do incidente, apurou o DN junto de um dos passageiros, terá estado uma avaria no trem hidráulico. Entre os passageiros seguia o atual presidente do Partido Socialista e antigo presidente do governo regional dos Açores Carlos César (na foto em baixo, de costas, sentado no aeroporto).

Os problemas com este voo da SATA, no entanto, começaram bastante antes. Segundo contou ao DN um dos passageiros, o voo estava inicialmente marcado para as 13.00 e foi adiado para as 20.30 - com os passageiros a serem avisados minutos antes da hora marcada. Depois receberam um voucher de dez euros para almoço e outro de quatro para o lanche.

Em seguida, os passageiros foram informados que o avião teria uma avaria que estava a ser arranjada, pelo que o só levantou voo pelas 21.30. Passados 20 minutos, o A330, que ia cheio, teve mesmo de voltar para trás e aterrar de emergência em Lisboa, onde os bombeiros já o esperavam na pista.

Contactado pelo DN, Carlos César confirmou que ia no voo em causa (S4321) e que este teve de regressar a Lisboa, mas disse não saber a razão e não quis alongar-se em comentários, confirmando apenas que ainda não foi resolvido o problema.

Outro passageiro contou ao DN que muitos passaram a noite no aeroporto, já que foram informados de que teriam de estar no local às 5.00, sem jantar e sem dormida - foi-lhes dada uma sandes já depois da uma da manhã.

Já esta manhã, alguns passageiros receberam a informação de que iriam partir às 13.00, enquanto outros receberam uma mensagem com novo adiamento: "A SATA informa que o voo S43123 LIS-PDL do dia 20/10/2018, com partida as 14.30, foi alterado para das 15.50. A SATA deseja-lhe boa viagem."

Notícia atualizada às 11.00

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG