Apple mostra tudo o que o Facebook usa para o seguir. É mesmo assustador

Nova versão do sistema operativo do iPhone e do iPad tem uma funcionalidade que põe às claras todos os dados a que as apps acedem para poderem funcionar. O Facebook não gostou...

Lançado na segunda-feira, o iOS 14.3, o sistema operativo da Apple para iPhones e iPads mostra agora todos os acessos a dados que as apps usam. O resultado, no caso da Facebook, é no mínimo arrepiante.

Porque acredito que a listagem fala por si -- mesmo que não seja fluente em inglês, por favor caro leitor olhe com atenção -- e com os maiores agradecimentos ao site Mashable.com, opto por colocar simplesmente as capturas de ecrã.

Se depois disto conseguir continuar a utilizar o Facebook com a mesma paz de espírito, dou-lhe os parabéns...

A rede social de Mark Zuckerberg resolveu responder com um anúncio... na imprensa tradicional. Mandou publicar uma página em jornais como o New York Times ou o Washington Post, com o seguinte texto:

Traduzindo:

Fazemos frente à Apple em defesa das pequenas empresas em todo o lado

No Facebook, as pequenas empresas estão no centro do nosso negócio. Mais de 10 milhões de empresas usam mensalmente as nossas ferramentas de publicidade para encontrarem novos clientes e empregados e para se envolverem nas suas comunidades locais.

Muitos são os que, nas pequenas comunidades de negócios, têm confessado estarem preocupados com a atualização de software forçada por parte da Apple, que vai limitar a capacidade das empresas para publicarem anúncios personalizados e alcançarem eficazmente os seus clientes.

44% das pequenas e médias empresas iniciaram ou aumentaram a utilização de anúncios personalizados nas redes sociais durante a pandemia, de acordo com um estudo recente da Deloitte. Os dados do Facebook demonstram que, sem anúncios personalizados, a típica pequena empresa anunciante irá assistir a um corte de mais de 60% das suas vendas por cada dólar gasto.

Embora a limitação da forma como podem ser usados os anúncios personalizados produza, de facto, impactos nas empresas de maiores dimensões, como nós, estas alterações serão devastadoras para as pequenas empresas, acrescentando-se aos muitos problemas que estas já enfrentam no atual momento.

As pequenas empresas merecem ser ouvidas.

Nós escutamos as vossas preocupações e estamos ao vosso lado.

E de um dia para o outro descobrimos que afinal uma das missões do Facebook é ajudar as pequenas empresas. Uau!

Passei todos estes anos enganado, sr. Zuckerberg. Ia mesmo jurar que o tinha, um dia, ouvido dizer que só queria ajudar-me a encontrar velhos amigos e outras pessoas com os mesmos interesses do que eu...

Afinal terei ouvido mal com certeza.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG