Premium Ilse Losa, uma filha da cidade do Porto

Ilse Lieblich chegou à sua nova cidade em 1934, desembarcando na Alfândega do Porto, tão-só alfândega e porto, ainda não o soberbo centro de congressos na margem nortenha do Douro. O irmão Fritz foi buscá-la e é pena que nenhum cineasta tivesse levado máquina e tripé para o miradouro da serra do Pilar, na margem fronteira, e focasse a objetiva no casal de irmãos entrando pela Ribeira, Porto acima. É pena, porque do mesmo miradouro, cuidando que a objetiva se esquivasse dos raros prédios modernos, seria hoje possível manterem-se as mesmas imagens do casario de granito da Ribeira, da Sé de paredes brancas e janelas debruadas também a pedra, do espreitar da Torre dos Clérigos, da luz molhada do Porto... Tanto tempo passado e uma mesma cidade.

Ler mais

Exclusivos