Trump chama a líder da Coreia do Norte "cachorrinho doentio"

Em mais um dos seus insultos dirigidos a Kim Jong-un, o presidente dos Estados Unidos, que falava num comício no Missouri, chamou-lhe nesta quarta-feira "cachorrinho doentio"

Donald Trump deu mais um passo na guerra de palavras sem precedentes que mantém com o líder do regime comunista da Coreia do Norte, Kim Jong-un, acrescentando mais um insulto à já longa lista: "cachorrinho doentio".

Trump falava num comício na localidade de St. Charles, no estado de Missouri, em defesa da sua reforma fiscal.

Após algumas frases sobre a lei, que está para ser votada no Senado, Trump mencionou Kim, cujo regime procedeu na noite de terça-feira ao disparo de novo míssil balístico intercontinental, chamando-lhe primeiro "pequeno homem foguetão" (expressão utilizada anteriormente) e prosseguiu, depois, designando-o como um "cachorrinho doentio". Expressão recebida com entusiásticos aplausos pela assistência.

Anteriormente, o presidente assegurara que os EUA preparam "mais sanções contra a Coreia do Norte", a entrarem em vigor nesta quinta-feira.

Desde a tomada de posse de Trump que o presidente e o líder comunista têm trocado insultos. Em setembro, aquele último chamou a Trump "um cão assustado" e um "criminoso que gosta de brincar com o fogo". Antes, num texto da propaganda do regime de Pyongyang, Trump fora chamado "um desequilibrado mental idoso".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG