Polémica: modelo a amamentar é capa de revista indiana

É a primeira vez no país que uma publicação dá destaque à questão da amamentação em público. O debate está a dividir o país

A revista indiana Grihalakshmi publicou na capa deste mês uma foto de uma modelo a amamentar um bebé e as opiniões, na Índia, têm-se dividido.

A capa, que é distribuída em Querala, um dos estados no extremo sudoeste do país, mostra a manequim Gilu Joseph a olhar diretamente para a câmara enquanto um bebé aparentemente mama. O título: "Mães apelam a Querala: não olhem fixamente, queremos amamentar" pretende lançar o debate para questão da amamentação em público, algo que não é bem visto no país, a não ser quando as mulheres usam o tradicional sári e escondem o ato com o pano.

É a primeira vez que uma revista indiana publica uma imagem na capa de uma mulher a amamentar. No entanto, a polémica acabou por se instalar, não só pela ousadia da capa - pelo menos na Índia - mas também porque a modelo da capa não é a mãe do bebé: a imagem é uma simulação.

O editor da Grihalakshmi, citado pela BBC, disse que a revista queria aumentar a conscientização sobre a necessidade de as mães poderem amamentar em público. "Há um mês, um homem partilhou uma foto da mulher a amamentar no Facebook para iniciar o debate sobre a amamentação em espaços públicos. O resultado foi que a mulher foi submetida a cyberbullying, tanto de homens como de mulheres", explicou Moncy Joseph.

Muitas mulheres indianas que usam o sári amamentam em público e usam a roupa para se cobrirem, uma opção que não está disponível para as mulheres que não querem usar a roupa tradicional.

A capa da revista conquistou o apoio de muitos internautas, que se manifestaram na página de Facebook da revista, mas também houve muitas críticas porque a revista mostrou uma modelo vez de uma mãe a amamentar.

Gilu Joseph, a manequim da capa, defendeu a sua decisão em posar para a capa da revista. "Já esperava as críticas, mas decidi posar em nome de todas as mães que querem amamentar com orgulho e sensação de liberdade", disse a modelo à BBC.


A Organização Mundial de Saúde recomenda amamentar os bebés durante os primeiros seis meses de vida, mas a amamentação em público é uma questão que divide a opinião pública em todo o mundo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG