Papa recebe Lula da Silva no Vaticano

O ex-presidente brasileiro solicitou um adiamento de um interrogatório previsto para 11 de fevereiro em Brasília para poder viajar até Itália e ao Vaticano.

O papa Francisco recebeu no Vaticano, nesta quinta-feira, o ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva num encontro privado e particularmente significativo após ter passado mais de um ano e meio na prisão.

Lula chegou ao Vaticano a bordo de um automóvel com vidro escurecidos. A reunião durou cerca de uma hora. E a Santa Sé não vai divulgar um comunicado oficial devido ao seu caráter privado.

O ex-presidente brasileiro solicitou um adiamento de um interrogatório previsto para 11 de fevereiro em Brasília para poder viajar até Itália e ao Vaticano entre os dias 12 e 15.

"Encontro com o Papa Francisco para conversar sobre um mundo mais justo e fraterno", escreveu Lula no Twitter, ao lado de fotos na companhia do pontífice.

Lula espera em liberdade o julgamento de todos os recursos do processo em que foi condenado em segunda instância pelo caso do tríplex no Guarujá.

A Justiça adiou o interrogatório, ligado à Operação Zelotes, para dia 19 de fevereiro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG