"Não morda!" Papa Francisco brinca com freira que o ia cumprimentar

"Estou com medo! Você morde! Vou dar-lhe um beijo, mas fique calma, não morda! ", brincou o chefe da Igreja Católica, recordando o incidente das vésperas de Ano Novo, quando perdeu a paciência com uma mulher que queria chamar a sua atenção.

Na primeira audiência com peregrinos, em Roma, depois de ter batido na mão de uma mulher que o agarrava com força, na véspera de Ano Novo, o Papa Francisco decidiu recordar a situação e brincar com uma das freiras que esperavam para cumprimentar o Santo Pontífice. "Não morda", pediu o Papa, antes de cumprimentar a religiosa com dois beijinhos.

A situação foi captada pelas câmaras que filmavam o momento. Uma das freiras que esperavam para ver o Papa do outro lado da barreira, no vaticano, esticou os braços em direção a Francisco. Em resposta, o Papa disse-lhe: "Estou com medo! Você morde! Vou dar-lhe um beijo, mas fique calma, não morda! ", brincou o chefe da Igreja Católica, segundo o Guardian.

Recorde-se que antes da tradicional oração por Angelus, no dia 1, o Papa Francisco pediu desculpas por ter "perdido a paciência" na noite anterior com uma fiel asiática que apertou a sua mão com muita força, durante um percurso do Papa junto a uma multidão, o que levou Francisco a dar palmadas na mão da mulher para se libertar.

"Muitas vezes perdemos a paciência. Isso acontece comigo também. Peço desculpas pelo mau exemplo dado ontem [terça-feira]", disse o chefe da Igreja Católica, da janela do Palácio Apostólico na Praça de São Pedro, na cidade do Vaticano.

O pedido de desculpas ocorreu depois de as imagens do incidente terem sido partilhadas na internet e visualizadas por centenas de milhares de vezes nas redes sociais.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG