Morreu o homem mais rico do Brasil

Nascido no Líbano, Joseph Safra chegou ao país nos anos 60 e construiu um império financeiro em torno do banco que leva o nome da família. Segundo a Forbes, chegara ao topo das fortunas brasileiras (e ao 37º lugar mundial) em 2019

Joseph Safra, considerado o homem mais rico do Brasil, morreu na manhã desta quinta-feira, 10 de dezembro, aos 82 anos. Segundo o comunicado do grupo que ergueu e dirigia, faleceu de "causas naturais".

Safra, de origem judia, nasceu em 1938, no Líbano, e imigrou para o Brasil na década de 60 do século passado para dar continuidade aos negócios do pai. Em 1969, casou-se com Vicky Sarfaty, com quem teve 4 filhos e 14 netos.

A empresa mais conhecida do empresário, economista e filantropo era o Banco Safra, quarto maior banco privado do Brasil, presente em 24 países.

Em 2019, superou o empresário Jorge Paulo Lemann, que estava no topo desde 2013 graças a um império, entre outras, na área da cerveja, e tornou-se o homem mais rico do Brasil, segundo a revista "Forbes", com uma fortuna estimada em 119,08 mil milhões de reais [cerca de 20 mil milhões de euros]. Nessa lista era considerado o 37º homem mais rico do mundo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG