Melania Trump vaiada em conferência em Baltimore (com vídeo)

A primeira-dama sofreu na pele a antipatia criada na cidade por uma declaração de Donald Trump e acabou por discursar durante apenas seis minutos numa conferência sobre a dependência dos opioides.

Melania Trump, primeira-dama dos Estados Unidos, foi vaiada esta terça-feira em Baltimore, no estado de Maryland, quando participava numa conferência sobre o combate ao consumo de opioides por parte dos jovens americanos.

A mulher de Donald Trump foi recebida na B'More Youth Summit com assobios, misturados com alguns aplausos, mas quando começou a falar as vaias voltaram a subir de tom. Na prática, Melania foi vítima da fúria dos habitantes daquela cidade contra o presidente dos Estados Unidos, que no verão atacou o congressista democrata Elijah Cummings referindo-se a Baltimore como "uma bagunça infestada de ratos e roedores".

Na altura, o jornal Baltimore Sun criticou Trump com uma frase contundente: "É melhor ter alguns vermes morando o seu bairro do que ser um."

Melania foi apresentada na conferência como "alguém que assumiu como missão pessoal usar a sua plataforma para fazer a diferença" na área do combate ao consumo de opioides". O anfitrião ainda apelou ao civismo da plateia, mas isso não evitou a contestação em torno da primeira-dama, que se acentuou quando subiu ao palco. "Estou nesta luta com vocês", ainda disse, mas nem isso acalmou os ânimos, tendo a sua intervenção durado apenas seis minutos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG