Irmãos de 5 e 2 anos roubaram carro à mãe e conduziram quase 5 quilómetros

Crianças só pararam quando o carro colidiu com uma barreira. Queriam ver os animais na quinta dos avós

Dois irmãos de 5 e 2 anos, naturais do condado de Putnam na Virgínia, EUA, roubaram e conduziram o Ford Focus da mãe ao longo de quase 5 quilómetros, até que a viagem foi interrompida quando colidiram com a barreira de um aterro próximo de uma zona residencial.

Os rapazes sabiam que a mãe mantinha uma segunda chave do carro debaixo do tapete e, quando quiseram ir visitar os animais da quinta dos avós, a aproximadamente onze quilómetros de distância de casa, pensaram num plano para fazer a viagem por sua conta.

Enquanto a mãe pensava que os irmãos brincavam no quintal, os dois estavam afinal a conduzir o automóvel, descendo a rua. Proeza alcançada, conta a CNN, graças a um esforço de equipa: o irmão mais velho tratava dos pedais e o mais novo ocupava-se do volante.

Sem outros carros na rua, os dois irmãos, que sabiam exatamente o seu destino, conduziram até meio do caminho para a quinta dos avós, altura em que acabaram por sair da estrada e bateram contra a barreira de um aterro: não conseguiram fazer a curva à direita depois de um cruzamento. O acidente ocorreu numa zona residencial e os moradores depressa contactaram as autoridades.

As crianças foram levadas para o hospital por precaução, mas escaparam ilesas ao acidente, que fez avultados estragos no veículo.

O xerife de Putnam, Steve Deweese, revelou que está a trabalhar com os serviços de proteção de menores para perceber como é que a mãe não deu conta do carjacking. "Existe um espaço de tempo que estamos a tentar preencher para perceber quanto tempo é que as crianças estiveram sem supervisão", explicou.

A mãe dos rapazes ficou surpreendida quando o xerife lhe levou os filhos a casa, tendo admitido que não dera pela falta do carro nem das crianças. "Estou agradecido pelo facto de as crianças não terem ficado gravemente feridas e espero que a mãe cumpra os deveres parentais e vigie os filhos", disse Deweese.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG