Trump ameaça sanções pesadas a Cuba pelo seu apoio a Maduro

Presidente dos Estados Unidos volta a usar o Twitter para fazer declarações políticas.

Donald Trump ameaçou nesta terça-feira Cuba com um "embargo total" e "sanções ao mais alto nível" se o regime comunista não retirar o seu apoio ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

Em dois tweets sucessivos, o presidente dos EUA escreve: "Se as tropas e a milícia cubanas não terminaram imediatamente as operações militares e outras com o objetivo de provocar a morte e a destruição da Constituição da Venezuela, um total e completo embargo, juntamente com sanções ao mais alto nível, será imposto à ilha de Cuba. Esperemos que todos os soldados cubanos retirem de imediato e de forma pacífica regressem à sua ilha!"

A responsabilização do regime cubano relativamente à Venezuela tem sido um discurso recorrente na Casa Branca. Ainda neste mesmo dia o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, afirmou, em conferência de imprensa, que Cuba estava a ajudar Nicolás Maduro.

Exclusivos