Homem morre após ataque de raia em praia da Tasmânia

O naturalista australiano Steve Irwin, conhecido como "o caçador de crocodilos", morreu em 2006, vítima de um ataque semelhante

Um homem de 42 anos morreu depois de ter sofrido um ataque de uma raia na costa da Tasmânia, pelo menos é essa a teoria da polícia australiana. Segundo as autoridades, a vítima sofreu uma paragem cardíaca depois de ter sofrido uma punção no abdómen. Aconteceu na praia de Lauderdale Beach.

A declaração da polícia refere que o ferimento foi causado "possivelmente por um animal marinho". A maioria das raias não é venenosa, mas existem algumas espécies que o são. As picadas das raias produzem uma punção dolorosa. Alguns sintomas de uma picada de arraia são os suores, ficar pálido, náuseas e vómitos, diarreia e alterações no ritmo cardíaco.

Apesar de não ser considerada um animal perigoso, uma raia esteve na origem da morte do conhecido naturalista australiano Steve Irwin, em 2006.

Conhecido como "o caçador de crocodilos" devido ao seu programa de televisão da vida selvagem, Irwin morreu quando a cauda de uma arraia o atingiu no coração.

Segundo a BBC, têm havido relatos de ataques de tubarão na Austrália recentemente e a polícia da Tasmânia fez questão de enfatizar que o incidente de Lauderdale Beach não está relacionado com tubarões.

Exclusivos