Congressista lusodescente perde lugar na Câmara dos Representantes

Republicanos podem perder para os democratas 40 lugares no círculo da Califórnia. David Valadao perdeu o lugar para o democrata T.J.Cox

David Valadao, o lusodescendente republicano que representava a Califórnia Central desde 2013 na Câmara dos Representantes - e que tinha sido reeleito em 2016 com 57% dos votos - foi agora derrotado pelo democrata T.J. Cox.

A perda de Valadao deixou os republicanos desanimados constituindo uma reviravolta no resultado, já inicialmente ele tinha sido dado como o vencedor nesta corrida.

Segundo escreve o New York Times, desde o início que Valadao parecia ser o candidato que melhor estava posicionado entre os sete republicanos para suportar os desafios dos democratas, mas tal não aconteceu.

Com esta reviravolta, os democratas podem ficar com cerca de 40 lugares que pertenciam aos republicanos na Câmara dos Representantes.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Viriato Soromenho Marques

Quem ameaça a União Europeia?

Em 2017, os gastos com a defesa nos países da União Europeia tiveram um aumento superior a 3% relativamente ao ano anterior. Mesmo em 2016, os gastos militares da UE totalizaram 200 mil milhões de euros (1,3% do PIB, ou o dobro do investimento em proteção ambiental). Em termos comparativos, e deixando de lado os EUA - que são de um outro planeta em matéria de defesa (o gasto dos EUA é superior à soma da despesa dos sete países que se lhe seguem) -, a despesa da UE em 2016 foi superior à da China (189 mil milhões de euros) e mais de três vezes a despesa da Rússia (60 mil milhões, valor, aliás, que em 2017 caiu 20%). O que significa então todo este alarido com a necessidade de aumentar o esforço na defesa europeia?