Franco vai ser exumado até 25 de outubro

Supremo Tribunal rejeitou a 24 de setembro o pedido da família do ex-ditador de travar exumação ou enterrar os seus restos mortais na catedral de La Almudena. Franco ficará no cemitério de Mingorrubio, em El Pardo.

Os restos mortais do ex-ditador espanhol Francisco Franco serão exumados do Vale dos Caídos até 25 de outubro, anunciou o governo espanhol esta sexta-feira, no final do conselho de ministros semanal.

A família será informada com 48 horas de antecedência da data e hora da exumação, disse a vice-primeira-ministra espanhola Carmen Calvo. A cerimónia será privada e longe do alcance das câmaras de televisão.

A ideia é que a exumação aconteça antes do início da campanha eleitoral para as eleições de 10 de novembro. "A data para este governo era 10 de junho. Os recursos posteriores conduzem-nos a esta data. O nosso desejo é não ir mais além do limite de dia 25 para que esta situação esteja fora da campanha eleitoral", disse Calvo, acrescentando que para o governo é "uma satisfação extraordinária fechar com dignidade o que não era digno 40 anos depois", referindo-se ao facto de Franco estar sepultado onde estão vítimas de ambos os lados da guerra civil.

A exumação do ex-ditador, inicialmente marcada para 10 de junho, foi suspensa depois de a família de Franco ter apresentado recurso no Supremo Tribunal. Este rejeitou contudo o pedido a 24 de setembro, abrindo a porta para que os socialistas possam cumprir aquela que era uma promessa de campanha antes de os espanhóis voltarem às urnas.

A decisão de exumar Franco do Vale dos Caídos tinha sido tomada pelo governo a 15 de março. Os restos mortais vão ficar no cemitério de Mingorrupio, na povoação de El Pardo, também nos arredores de Madrid, onde está também a sua mulher, Carmen Polo.

A família queria que Franco, se fosse exumado, fosse enterrado na cripta da catedral de La Almudena, onde a filha do ditador comprou uma sepultura, algo que o governo rejeitou. Para o Governo socialista, o corpo do ditador não pode ser transferido para qualquer local onde possa ser "enaltecido ou homenageado".

O Vale dos Caídos é um monumento mandado construir pelo próprio Franco na serra de Guadarrama, em homenagem aos que morreram na guerra civil. Foi construído graças ao trabalho forçado de 20 mil prisioneiros de guerra republicados, sendo que um número desconhecido deles morreram durante a construção.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG