EUA. Sanders ganha no Nevada e Trump dá-lhe conselhos

O senador norte-americano Bernie Sanders agradeceu aos apoiantes a vitória nas eleições primárias democratas, no sábado, no estado do Nevada, quando estavam contados 43% dos votos.

"Deixem-me agradecer o apoio das pessoas do Nevada. A coligação multigeracional e multirracial não só ganhou no Nevada, como também vai arrasar em todo o país", exclamou Sanders, num comício em San Antonio (Texas), pouco depois de vários meios de comunicação social terem atribuído a vitória ao senador.

"O povo americano está cansado deste governo que é assente em ganância, corrupção e mentiras. Querem uma administração que tenha por base os princípios de justiça", acrescentou o senador, de 78 anos, perante um coro de apoiantes que cantava "Bernie!, Bernie! Bernie! Bernie!".

De acordo com os resultados de 23% das assembleias de voto, o senador, de 78 anos, obteve 46% dos votos, seguindo pelo ex-vice-Presidente norte-americano Joe Biden com 23% e o antigo autarca Pete Buttigieg com 13%.

Um dos primeiros a felicitar Sanders pela vitória foi o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. "Parece que o Louco Bernie está a ir muito bem no grande estado do Nevada. Biden e os restantes parecem fracos e de nenhuma maneira Mini Mike [Bloomberg] pode relançar a sua campanha depois do pior debate na história dos debates presidenciais. Parabéns Bernie e não deixes que te tirem" a vitória, escreveu Trump na rede social Twitter.

De acordo com a televisão norte-americana MSNBC, 53% dos latinos residentes naquele estado votaram em Sanders, especialmente pelas iniciativas a nível da saúde, economia e migração.

Numa festa em Las Vegas, após a votação, Biden celebrou o segundo lugar: "Temos uma oportunidade incrível de voltar a liderar o mundo. Vamos ganhar!".

Buttigieg felicitou Sanders, mas criticou a "revolução inflexível e ideológica" do senador. "O senador Sanders acredita numa revolução inflexível e ideológica que exclui a maioria dos democratas, sem mencionar a maioria dos norte-americanos", afirmou.

Sanders ficou em segundo no caucus do Iowa (atrás de Buttigieg) - primeio passo na corrida à nomeação democrata - e venceu depois em New Hampshire, invertendo-se as posições. Depois do Nevada, as próximas primárias democratas vão realizar-se no estado da Carolina do Sul, em 29 de fevereiro. No dia 3 de março, 14 estados vão votar naquela que é conhecida como a Super Terça-Feira.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG