EUA. Avioneta aterra de emergência em autoestrada. Perícia do piloto evitou tragédia

Problema mecânico obrigou a aterragem de emergência numa autoestrada do Minnesota. Piloto é membro da equipa de acrobacias aéreas dos EUA.

Tinha tudo para ter sido uma tragédia, mas a perícia do piloto permitiu que a manobra não tenha causado sequer feridos. Na quinta-feira, uma avioneta aterrou de emergência a grande velocidade no meio de uma autoestrada no Minnesota, Estados Unidos, numa altura em que circulavam vários carros. Mas acabou tudo bem, apesar de as imagens impressionarem.

A avioneta, pilotada por Craig Gifford, membro da equipa de acrobacias aéreas dos EUA, foi forçada a aterrar de emergência devido a um problema mecânico. Tudo aconteceu a alta velocidade, mas apesar do risco da manobra, os dois ocupantes do avião saíram ilesos, e apenas houve um choque ligeiro entre a aeronave e um carro, com uma das asas a embater no veículo.

De acordo com o porta-voz da Experimental Aircraft Association, Dick Knapinski, a experiência do piloto em acrobacias aéreas e manobras de precisão foi decisiva para conseguir efetuar a aterragem sem qualquer problema.

"Os pilotos são treinados para lidar com problemas de emergência no motor e outras questões em caso de terem de fazer uma aterragem de emergência. A combinação desse treino e certamente o treino acrobático foram decisivas nesta situação", acrescentou Knapinski.

Craig Gifford, de 52 anos, natural de Minneapolis, é piloto de acrobacias há vários anos, e chegou a conquistar uma medalha de bronze pelos EUA num campeonato do Mundo de acrobacias realizado na África do Sul em 2017.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG