Espanha. Pai detido por deixar filhas menores fechadas num escritório durante três dias

Uma amiga da mãe deu o alerta quando viu as duas meninas a pedir ajuda através de uma janela. Estariam fechadas no escritório há três dias sem forma de se comunicarem com o exterior. O pai foi detido em Elche, Alicante, sob a acusação de abandono de menores.

Fechadas num escritório, sem luz, casa de banho, camas, condições higiénicas mínimas e sem a possibilidade de comunicarem para o exterior. Foi nestas condições que um pai terá deixado as duas filhas menores durante três dias. Acabou por ser detido no domingo, em Elche, Alicante, por agentes da Polícia Nacional por alegadamente ter trancado as jovens, de 12 e 15 anos, num escritório situado na localidade.

O alerta foi dado no domingo quando uma amiga da mãe viu as duas menores a pedir ajuda por uma janela, relata a Europa Press. A mãe depressa avisou as autoridades que as filhas estavam fechadas num escritório sem possibilidade de comunicarem com o exterior.

A polícia dirigiu-se ao local e foi nesse momento que depararam-se com duas menores a gritar e a pedir ajuda para sair do escritório, de onde estavam impossibilitadas de sair há três dias.

Acusado de abandono de menores

Os agentes ainda tentaram localizar o pai das meninas, mas sem sucesso e arrombaram depois a porta para libertar as jovens. Nessa altura, as autoridades confirmaram que não havia condições de habitabilidade no espaço onde as menores estavam fechadas.

As jovens disseram que estiveram trancadas no escritório desde a noite de quinta-feira. O pai só lá ia por volta do meio-dia para lhes levar comida e pernoitar, relataram. Contaram ainda que o pai sabia que tinham telemóveis sem bateria.

Depois de libertadas, as jovens foram entregues à mãe. A polícia retomou as tentativas para localizar o pai, que acabou por ser detido e está agora acusado de abandono de menores.

Exclusivos