Criança recebe louvor pelo pai bombeiro que morreu a combater o fogo

Geoffrey Keaton, 32 anos, morreu a combater o fogo na Nova Gales do Sul. O filho Harvey, de 19 meses, recebeu o louvor destinado ao pai.

Harvey Keaton tem apenas 19 meses e esta quinta-feira recebeu uma medalha em nome do seu pai. Foi nas cerimónias fúnebres do bombeiro Geoffrey Keaton, morto no combate aos fogos australianos, que o Louvor por Bravura e Coragem foi entregue ao filho. Geoffrey Keaton, de 32 anos, morreu em 19 de dezembro, tal como outro bombeiro da Nova Gales do Sul, quando seguiam numa viatura do bombeiros para travar os incêndios no país. Desde setembro, já morreram 18 pessoas na Austrália e foram destruídos mais de três milhões de hectares.

O primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, participou na cerimónia em que Harvey estava com uma chupeta na boca e envergava uma camisola do Serviço de Incêndios Rurais. Foi ele quem recebeu o louvor do Corpo de Bombeiros do estado de Nova Gales do Sul, em sinal de reconhecimento pelo esforço do pai.

Elemento do Serviço de Incêndios Rurais desde 2006, Geoffrey Keaton morreu na sequência da queda de uma árvore quando seguia num camião de bombeiros. O acidente foi fatal para Keaton e para Andrew O'Dwyer, de 36 anos. Da mesma forma, quando seguia num outro camião, o bombeiro Samuel McPaul morreu quando o fogo, impulsionado pelo vento forte, dominou a viatura. Esperava o seu primeiro filho em maio próximo.

A Austrália autorizou esta quinta-feira a retirada forçada de moradores dos estados mais devastados pelos incêndios, como Nova Gales do Sul, numa altura em que os serviços meteorológicos alertam para um novo pico de calor no sábado.

A chefe do Governo estadual de Nova Gales do Sul, Gladys Berejiklian, declarou um estado de emergência com duração de sete dias para permitir a retirada forçada de pessoas a partir de sexta-feira.

Desde o início da temporada de incêndios, em setembro, esta é a terceira vez que é declarado um estado de emergência na Nova Gales do Sul, o estado mais populoso da Austrália.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG