Conservadores de Boris têm 17 pontos de vantagem sobre trabalhistas de Corbyn

Sondagem YouGov dá 45% aos Tories e 28% ao Labour, enquanto a da Opinium Research dá 44% aos conservadores e 28% aos trabalhistas, com os primeiros a subir entre os eleitores que defendem o Brexit. Johnson diz que todos os candidatos se comprometeram apoiar o seu acordo de saída da União Europeia.

O Partido Conservador, do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, tem uma vantagem de 17 pontos sobre o Partido Trabalhista, de Jeremy Corbyn, segundo uma sondagem YouGov. Os britânicos vão às urnas no próximo dia 12 de dezembro.

Outra sondagem, da Opinium Research, dá uma diferença de 16 pontos entre os dois partidos. O apoio para os Tories é de 44%, mais três pontos percentuais do que na semana passada, enquanto o do Labour caiu um ponto para os 28%. Os liberais-democratas têm 14% (também caíram um ponto) enquanto o Partido do Brexit se mantém nos 6%.

Johnson continua a ser o candidato mais popular a primeiro-ministro: 35% dos inquiridos pela Opinium Reseatch acreditam que seria o melhor chefe do governo, menos três pontos percentuais do que há uma semana. No caso de Corbyn, 20% dizem que seria o melhor inquilino do número 10 de Downing Street, mais dois pontos do que na última sondagem.

Já no caso da YouGov a diferença é ainda maior: 44% acreditam que Johnson seria o melhor primeiro-ministro, frente a 22% que acreditam que seria Corbyn.

O Brexit, que esteve previsto para 31 de outubro, é o tema que marca as eleições. Entre os eleitores que defendem o Brexit, o Partido Conservador é a escolha no momento de votar, segundo a Opinium Research. Sete em dez (69%) destes eleitores optam pelo partido de Boris Johnson, mais 13 pontos percentuais do que em meados de outubro e muito do que os meros 21% que diziam o mesmo em meados de maio.

"Nos últimos seis meses, os conservadores consolidaram a sua posição entre os eleitores que querem sair da União Europeia. Especialmente desde que Boris Johnson se tornou primeiro-ministro, semana após semana, temos reparado que há mais destes eleitores [que querem o Brexit] a seguir os conservadores", indicou o investigador da Opinium, James Crouch, em relação aos resultados. É a terceira vez em dois meses que os Tories têm uma vantagem de 16 pontos.

Johnson disse numa entrevista ao The Telegraph que todos os candidatos conservadores se comprometeram a apoiar o seu acordo de Brexit. "Todos os 635 candidatos conservadores que concorrem nestas eleições, todos e cada um deles, prometeram-me que se forem eleitos vão votar no Parlamento para passar o meu acordo de Brexit para podermos acabar com esta incerteza e finalmente sair da União Europeia", afirmou.

Primeiro debate é na terça-feira

A sondagem mostra ainda que os eleitores estão principalmente atentos aos debates, o primeiro dos quais já esta terça-feira, na ITV. 41% dos inquiridos disseram que provavelmente iam assistir, com 42% a dizer o mesmo em relação ao frente a frente na BBC, a 6 de dezembro. Há ainda outros dois debates, o da Sky News, no dia 28 de novembro, e outro da BBC, a 29.

A Opinium questionou 2008 pessoas online entre 13 e 15 de novembro, depois do Partido do Brexit ter anunciado que não iria concorrer em várias circunscrições eleitorais onde os conservadores ganharam nas últimas eleições.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG