Campanha de Biden vende 35 mil mata-moscas após debate entre Pence e Kamala Harris

Campanha democrata capitalizou momento alto do debate vice-presidencial

De repente, uma mosca tornou-se numa surpreendente protagonista da campanha para as eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Depois de uma mosca ter pousado no cabelo branco do vice-presidente republicano Mike Pence enquanto debatia com a candidata democrata a vice-presidente Kamala Harris, a campanha do candidato democrata Joe Biden não perdeu tempo e tentou capitalizar o momento.

A campanha de Biden começou a vender mata-moscas a 10 dólares (8,5 euros) e, passadas umas horas, foram já vendidos 35 mil mata-moscas, disse um porta-voz da campanha.

"Vimos a internet e os nossos apoiantes partilharem um momento viral, então a nossa equipa digital reuniu-se rapidamente", disse Zach McNamara, diretor de merchandising da campanha de Biden. O objetivo passava por mostrar que "Joe Biden e Kamala Harris escolherão sempre a verdade em vez de mentiras, a ciência em vez da ficção e a unidade em vez da divisão", acrescentou.

Os vendedores do site de comércio online Etsy também estão a aderir à tendência, com várias camisolas em que se podem ler frases como "a mosca vai votar" e "a verdade sobre as moscas" ao lado do logótipo Biden-Harris.

Uma vendedora da Etsy, Artemisa Clark, está a vender uma máscara facial que apresenta uma fotografia de Mike Pence com uma mosca na cabeça e disse que já vendeu 1666 máscaras, além de vender t-shirts e sweats com a imagem.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG