Bernie Sanders elogia libertação de Lula e recorda combate à pobreza

"Estou muito feliz que ele tenha sido libertado da prisão, algo que nunca deveria ter acontecido em primeiro lugar", escreve o candidato nas primárias do Partido Democrata norte-americano.

O candidato nas primárias do Partido Democrata norte-americano Bernie Sanders elogiou hoje a libertação do ex-presidente brasileiro Lula da Silva, recordando o seu trabalho para reduzir a pobreza no Brasil.

Numa publicação no Twitter pouco depois da saída da prisão da sede da Polícia Federal de Curitiba, estado do Paraná, sul do Brasil, Bernie Sanders recordou o trabalho político de Lula, um ícone da esquerda e do sindicalismo na América Latina.

"Como Presidente, Lula fez mais do que ninguém para reduzir a pobreza no Brasil e defender os trabalhadores", escreveu Sanders, que se apresenta como o candidato mais à esquerda nas primárias democratas.

"Estou muito feliz que ele tenha sido libertado da prisão, algo que nunca deveria ter acontecido em primeiro lugar", escreveu.

Lula da Silva saiu hoje em liberdade, cerca das 17:40 locais (20:40 em Lisboa), após o Supremo Tribunal Federal brasileiro ter decidido anular prisões em segunda instância, como era o caso do antigo chefe de Estado, preso desde abril de 2018.

A decisão de libertar Lula da Silva foi tomada hoje pelo juiz Danilo Pereira, da 12.ª Vara Criminal Federal de Curitiba, que aceitou o pedido da defesa do antigo Presidente do Brasil e autorizou a sua saída da sede da Polícia Federal de Curitiba, onde esteve preso durante um ano e sete meses.

Exclusivos