Marcelo Rebelo de Sousa: "157 anos de aposta no futuro"

Leia na íntegra a mensagem do Presidente da República gravada especialmente para a comemoração dos 157 anos do DN.

"O Diário de Notícias celebra 157 anos.

É uma eternidade.. e há duas palavras que eu gostaria de dizer como cidadão mas também e sobretudo como Presidente da República Portuguesa.

A primeira palavra é de gratidão.

É uma eternidade, mas uma eternidade de serviço à comunidade portuguesa... porque mudaram os regimes políticos. Estamos a falar de monarquia, depois estamos a falar de monarquia com liberdade e monarquia com ditadura.

Estamos a falar depois de república. República com intercalações de ditadura, e depois de longo período de ditadura e depois de chegada da democracia com o estado social. E ao longo de todo esse tempo temos o Diário de Notícias. Diferente de período para período, claro.

Diário de Notícias com censura é diferente do Diário de Notícias com liberdade. Diário de Notícias com folgo económico e financeiro é diferente de Diário de Notícias com dificuldade económica e financeira. Diário de Notícias em papel além de digital é diferente de Diário de Notícias em digital sem papel. Mas há uma gratidão que temos de exprimir e fica aqui esperança. A do cidadão.

Mas quero também a gratidão do Presidente da República Portuguesa. Porque confesso que não foi só o cidadão, foi também o Presidente da República, que ficou estupefacto com a hipótese de desaparecer o Diário de Notícias.

Desaparecer o Diário de Notícias era desaparecer não apenas uma parte fundamental da história da luta pela liberdade de imprensa em Portugal, como sobretudo uma parte fundamental da construção do futuro da liberdade de imprensa no nosso país.

E aceitarmos que é irrelevante irem desaparecendo os grandes meios de comunicação social, os grandes órgãos de comunicação social, é aceitarmos o empobrecimento sem reação com que inevitável da democracia do nosso país. Não pode ser.

Portanto, 157 anos de gratidão, 157 anos de aposta no futuro. E essa é a mensagem. Futuro mais ainda do que presente e mais ainda do que passado. Portugal precisa do Diário de Notícias forte. O Diário de Notícias forte é essencial a uma comunicação social mais forte, a uma democracia mais forte, a um Portugal mais forte."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG